21/09/2017 14:17:05 - Atualizado em 21/09/2017 14:18:46 por VerÔnica mattos


O Universo é uma harmonia de contrários, dizia o pensador e filósofo grego Pitágoras

 

O preconceito é um perverso instrumento que cega a razão e a sensibilidade da criatura, por não conseguir perceber e sentir  a harmonia e a beleza que envolvem os "contrários" que convivem, pacificamente, no Universo.

Vejamos o nosso sistema solar, que é composto por um Sol que dirige e comanda os planetas que giram em seu redor. Cada um com tamanhos e cores diferentes: uns possuindo uma lua, outros duas, dez ou mais, cada um dando a sua contribuição para que a paz e a harmonia entre eles sejam constantes. Os maiores e mais brilhantes jamais desprezam os menores, por entenderem que fazem parte de uma família, que vivem em regime de interdependência e que qualquer indiferença a essa condição, comprometerá a harmonia e a beleza de toda a família. Não há preconceito, pois todos percebem, instintivamente, a razão de serem diferentes na forma, no tamanho e nos bens (as luas) que possuem.

A natureza nos mostra infinitos exemplos da harmonia e a beleza que deslumbram os nossos sentidos, por exemplo: um jardim de flores. Quanto mais variado for, esse jardim, mais belo será e conseguirá exalar perfumes variados.

No entanto, nós, seres humanos, conscientes, inteligentes mas, ainda, cegos, insensíveis, não  conseguimos divisar a beleza que existe em sermos diferentes. Imaginemos uma sociedade em que todos tenham o mesmo tamanho, o mesmo sexo, a mesma idade, altura e cor!  Como triste e enfadonha seria a  nossa vida?  Não haveria progresso.

Não esqueçamos de que o preconceito é uma característica de uma sociedade atrasada, cega e essencialmente desumana que, sem sombra de dúvida, não consegue progredir de maneira constante, não vive em paz, e é infeliz, por não interagir com a Lei que rege o Universo, em suas infinitas dimensões.  

PRECONCEITO - O prefixo latino PRE significa anterioridade, antecedência.... Portanto, ter preconceito é conceituar algo  sem conhecer a razão, a origem  daquilo que ignoramos, é uma insensibilidade.

QUE  DEUS  NOS  ABENÇOE  E ABRA  AS NOSSAS MENTES PARA ENTENDERMOS QUE SOMOS UMA FAMÍLIA, DETENDTORES DOS MESMOS DEVERES E DIREITOS E QUE ESTÁ EM NOSSAS MÃO O NOSSO DESTINO.