06/09/2017 17:21:39 - Atualizado em 06/09/2017 17:38:22

Horta do Boulevard tem primeira colheita e distribuição

  Divulgação Supcom

Mais de 300 pés de alface cultivados na horta do Boulevard Shopping, em parceria com a superintendência de Agricultura, foram doados a entidades assistenciais

Cerca de 300 pés de alface da variedade “babá de verão” foram distribuídos nesta quarta-feira (06/09) a seis instituições que prestam assistência social e escolas em Campos, resultado da primeira colheita do projeto que envolve o Boulevard Shopping em parceria com a superintendência municipal de Agricultura e Pecuária, a concessionária Águas do Paraíba e a Vital Engenharia Ambiental.                       
 
A horta funciona em uma área de 3 mil m² nos fundos do shopping, onde a colheita foi feita pouco antes da primeira entrega, de 50 pés na Associação Irmãos da Solidariedade, que cuida de pessoas com o vírus HIV/Aids. Os 50 pés da hortaliça foram entregues à direção da Casa, onde a presidente, Fátima Castro, agradeceu o gesto e mostrou a todos as instalações da instituição.                       
 
"Além da questão da solidariedade, o projeto tem a importância de despertar a consciência das pessoas para a necessidade de manter uma alimentação mais saudável. E tem ainda a questão ecológica, com foco na preservação ambiental", afirmou o gerente de Marketing do shopping, Douglas Oliveira.
 
Foram feitas ainda entregas de mais 100 pés para o Asilo Monsenhor Severino; 100 para o Hospital psiquiátrico Henrique Roxo; 12 para o Asilo do Carmo; 60 para o Acolhimento Institucional Aconchego e 12 para o Educandário São José Operário, totalizando 334 pés da hortaliça.
 
"Esta foi a primeira de muitas distribuições que continuaremos a realizar, não apenas de alface, mas também couve, cenoura, dentre outros gêneros, nas próximas semanas. Essas parcerias são importantes, porque facilitam para todos. E continuaremos plantando esta semente em diversos outros projetos do gênero nas escolas, sempre com essa postura do “ecologicamente correto”, usando garrafas pet para cercar os canteiros", explicou o superintendente de Agricultura, Nildo Cardoso.

Reportagem:


Fonte Supcom