01/09/2017 17:32:57 - Atualizado em 01/09/2017 17:38:12

Taxa de juros do crédito rural na Caixa será menor em setembro

  Ururau/Arquivo

Cana-de-açúcar é uma das culturas atendidas pelas linhas de crédito

Os produtores rurais e cooperativas que solicitarem empréstimo à Caixa Econômica Federal terão acesso a juros menores durante o mês de setembro. Até o dia 29 deste mês, as taxas serão reduzidas em até 1 ponto percentual para financiamentos de pessoas físicas, cooperativas e agroindústrias. Cada produtor ou cooperativa poderá solicitar operações de custeio agrícola de até R$ 500 mil.

Os valores disponíveis fazem parte do montante do Plano Safra neste ano, que no período 2017/2018 disponibilizará a todos os financiamentos um total de R$ 10 bilhões. As principais culturas agrícolas são atendidas pelas linhas de crédito da Caixa, como soja, milho, arroz, café, algodão, trigo, feijão, cana-de-açúcar, laranja e sorgo, além da bovinocultura de corte e leite.

De acordo com a Caixa, algumas taxas que eram de 7,5% ao ano serão de 6,7% nas próximas semanas. Já outras, que habitualmente são de 8,5% em 12 meses, poderão ser negociadas a 7,5%. As linhas de custeio também poderão ser direcionadas a operações de comercialização e industrialização de cooperativas.

O objetivo da redução, segundo os executivos da Caixa, é estimular o setor rural a reduzir os custos com plantio e melhorar os resultados dos produtores. Além das 1.700 agências do órgão habilitadas a operar com crédito rural, os interessados poderão contar com a juda de empresas de consultoria rural que têm convênio com a Caixa.

Na semana que vem, o Banco Central poderá dar continuidade à curva de redução da taxa básica de juros (Selic). Na última reunião, em julho, o Comitê de Política Monetária diminuiu em um ponto percentual a taxa, trazendo-a para um dígito [9.25% ao ano] pela primeira vez depois de quatro anos.

Reportagem:


Fonte Agência Brasil